O que queremos nas eleições de 2020

12.07.2019

 

Nos últimos anos, Mauá tem passado por inúmeras crises políticas que, de certa forma, têm atrapalhado o desenvolvimento da cidade e a criação de oportunidades melhores para nossos munícipes. Se lembrarmos apenas dos últimos sete anos, veremos que dois prefeitos foram eleitos, mas que três pessoas distintas comandaram a cidade nesse período.

 

A primeira delas foi o ex-prefeito Donisete Braga, que na época estava no Partido dos Trabalhadores (PT). Eleito em 2012, Braga assumiu o Paço Municipal no ano seguinte, e permaneceu como chefe do Executivo mauaense por todo seu mandato, de quatro anos, entregando o cargo no final de 2016. Porém, ao longo dos quatro anos em que comandou o município, o ex-petista não foi uma das figuras mais populares do cenário político local, saindo da Prefeitura com sua imagem desgastada junto à população e obtendo pouca aprovação do eleitorado.

 

Em 2017, quem passou a comandar a Prefeitura de Mauá foi o ex-vereador Atila Jacomussi, do PSB, vencedor do pleito no ano anterior derrotando o próprio Donisete Braga. Contudo, Atila teve um período ainda mais curto como prefeito, sofrendo a cassação de seu mandato em abril deste ano, após enfrentar diversos problemas com a justiça e sendo preso em duas oportunidades.

 

Agora, quem comanda a cidade é a prefeita Dona Alaíde, que vem fazendo uma boa administração nestes poucos meses à frente da Prefeitura.

 

Entretanto, os eleitores mauaenses estão cada vez mais atentos para o pleito do próximo ano, que poderá definir novos rumos para nossa cidade. E o desejo de todos é que os melhores e mais preparados candidatos possam vencer a eleição e trazer dias melhores para o município.

 

E pensando nisso, posso afirmar sem medo: o Partido Progressista está de olho neste futuro e quer trabalhar para os menos favorecidos, ajudando Mauá a voltar a crescer. Essa é nossa vontade.

 

Ronaldo Pedrosa

Empresário e vice-presidente do Polo industrial Acibam

Please reload

Últimas Notícias
Please reload