Leonardo Alves, presidente do Conselho Tutelar 2, recebe moção de aplausos na Alesp

04.07.2019

 

No dia 11 de junho a Assembleia Legislativa de São Paulo concedeu ao jovem Leonardo Alves, presidente do Conselho Tutelar 2, uma moção de aplausos pelo trabalho realizado em seu mandato.

 

Leonardo é o Conselheiro Tutelar mais jovem do estado de São Paulo. Dedicou o seu mandato ao fortalecimento das relações entre pais e filhos, construindo como alicerce uma tríplice corrente, que envolve os pais, os educadores e a sociedade em geral. Os pais são responsáveis pela formação do caráter, tendo como principal ferramenta o amor e a construção de uma base sólida de educação. Os educadores são responsáveis pelo conhecimento curricular, além de contribuir para promover condições para que os jovens aprendam os seus direitos e deveres como cidadãos. Já a sociedade contribui para promoção de um meio saudável de convivência, oferecendo condições para que tenham seus direitos de experimentação e de crescimento saudável garantidos. 

 

Para Enio Tatto, deputado estadual autor da moção, Leonardo Alves oferece uma inestimável contribuição na promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente. “Me associo à população da região de Mauá atendida pelos Conselheiros Tutelares e com imenso sentimento de gratidão”, declara o deputado que dedica seu mandato aos movimentos populares e ao fortalecimento das lutas sociais.

 

Uma das ações idealizadas e implementadas pelo Conselheiro é o circuito de palestras promovidas na rede educacional, pública e particular, e nas associações que atendem crianças e adolescentes, intitulada “Pais e Filhos”. “Foram mais de 50 palestras, aproximadamente 2.500 pais alcançados. Muitos deixaram o local com lágrimas nos olhos quando falamos sobre a importância de ter uma relação mais próxima com seus filhos”, relata Leonardo. “É impactante quando fazemos os pais refletirem que não basta alimentar, comprar roupas, dar mesada. Precisamos saber o que os filhos pensam, o que fazem ou querem fazer, com quem andam. E os filhos só terão esse grau de confiança nos pais se a relação for construída com uma base sólida”.

 

Além do projeto Pais e Filhos o presidente do Conselho Tutelar 2 também tem discutido com pais e educadores a respeito de bullyng, evasão escolar, comportamento e uso de redes sociais.

Please reload

Últimas Notícias
Please reload