Aguinaldo de Souza critica omissão do poder público nos casos de dengue em Mauá

04.07.2019

 

No primeiro semestre desse ano, Mauá, novamente, foi a cidade do Grande ABC que mais contabilizou casos de dengue, foram 215 vítimas do mosquito, um óbito e mais 759 notificações.

 

Aguinaldo de Souza se diz preocupado uma vez que houve um aumento muito grande de pacientes com a doença e as ocorrências tiveram alta de mais de 4.000%.

 

“É muito preocupante o que vem ocorrendo na nossa cidade com relação aos casos de dengue, não podemos deixar que um mosquito causem esse problema de saúde pública que estamos vivendo, temos que mudar isso urgente, senão mais pessoas poderão morrer por causa da dengue, chicungunya e zika”, afirmou Aguinaldo.

Aguinaldo critica ainda a falta de compromisso dos governantes da cidade.

 

“Parece que nossa cidade não tem pontos positivos que a administração municipal possa mostrar, pois vemos que essa administração do ex-prefeito Atila Jacomussi e da atual prefeita Alaíde Damo só tem números negativos e problemas que não são solucionados”, disse Aguinaldo de Souza.

 

Aguinaldo de Souza entende que o secretariado deveria sair para as ruas e acompanhar de perto o problema de cada secretaria conversando com os moradores, isso faz, especialmente, na saúde, um atendimento mais humanizado e com melhor qualidade.

 

“Já foram nomeados alguns secretários de saúde nesse governo e o que observamos é que nenhum deles têm trazido o resultado positivo para a cidade e nenhum caminha pela cidade para conhecer os problemas e andar pelos postos e hospitais para ver como estão as condições e atendimento aos usuários”, finalizou.

Please reload

Últimas Notícias
Please reload