Giannis Antetokounmpo é eleito MVP da temporada da NBA

27.06.2019

 

O grego Giannis Antetokounmpo, do Milwaukee Bucks, foi eleito o MVP (Jogador Mais Valioso) da temporada da NBA. A premiação aconteceu na última segunda-feira (24). Além do MVP, outras premiações também foram entregues ao longo da cerimônia.

 

Após liderar o Bucks a melhor campanha de toda a NBA na temporada regular, com médias de 27,7 pontos, 12,5 rebotes e 5,9 assistências por jogo, Antetokounmpo era tido como o principal favorito à conquista do prêmio, disputado com o ala-armador James Harden, do Houston Rockets – e até então detentor do troféu – e com o ala Paul George, do Oklahoma City Thunder. Ao todo, o grego – que também liderou seu time às finais da Conferência Leste, onde perderam para o Toronto Raptors - recebeu 78 dos 100 votos possíveis, dados por jornalistas especializados que cobrem a Liga nos Estados Unidos e no Canadá.

 

Em seu discurso, Antetokounmpo fez uma série de agradecimentos aos seus companheiros, treinadores, aos donos da franquia, a cidade de Milwaukee, a todos os fãs que demonstraram apoio a ele, e se emocionou ao falar de sua família, especialmente a seu pai, morto em 2017. “Quero agradecer meu pai, claro, ele não está aqui comigo... Dois anos atrás eu tinha uma meta na cabeça, de que eu seria o melhor jogador da Liga e que faria tudo que pudesse para ajudar meu time a vencer. E que venceria o prêmio de MVP. E todos os dias que piso na quadra, penso no meu pai”, afirmou em meio a lágrimas.

 

Com a conquista, o grego se tornou apenas o quarto estrangeiro a terminar a temporada da NBA como jogador mais valioso. Antes dele, somente o nigeriano Hakeem Olajuwon (1994), o canadense Steve Nash (2005 e 2006) e o alemão Dirk Nowitzki (2007) haviam vencido o prêmio. Além disso, aos 24 anos, Antetokounmpo se tornou um dos mais jovens a receber tal honraria, unindo-se a nomes históricos da NBA como LeBron James, Moses Malone, Kareen Abdul-Jabbar (maior vencedor) e Bill Russell, todos MVPs com a mesma idade. Antetokounmpo também foi o terceiro mais jovem a levantar o troféu nos últimos 40 anos, se igualando a LeBron James e sendo superado somente por Derrick Rose, este último o jogador mais jovem a ganhar o prêmio.

 

Nas outras premiações do ano, o esloveno Luka Doncic, do Dallas Mavericks, foi eleito o Calouro do ano. Já o treinador Mike Budenholzer, do Milwaukee Bucks, ficou com o prêmio de Técnico do ano. O pivô Rudy Gobert, do Utah Jazz, ficou com o troféu de Defensor do ano, enquanto o armador Lou Williams, do Los Angeles Clippers, garantiu o prêmio de Melhor Sexto Homem. Já o campeão com o Toronto Raptors, Pascal Siakam, foi considerado o Jogador que mais evoluiu na temporada.

Please reload

Últimas Notícias
Please reload